Image Slider Theme - Jssor Slider, Carousel, Slideshow with Javascript Source Code
Chile
Miami Beach
Istambul, Turquia
Rio Grande do Sul
Bali, Indonésia
Capadócia, Turquia
Bali, Indonésia
São Paulo
Saint Marteen
Istambul, Turquia
São Paulo
Malindi - Africa do Sul
Tribo Masai, Quênia
jQuery Slider

COLUNA ZILDA BRANDÃO
Jornalista - São Paulo, Brazil



Entrevista com o Médico Cirurgião e Endoscopista Dr. Artur A. Parada. Por: Zilda Brandão
Por Zilda Brandão - 15/05/2018 às 16:43


Dr. Artur A. Parada - Endoscopista - Médico Cirurgião
Dr. Artur A. Parada - Foto: Zilda Brandão

Por: Zilda Brandão

Dr. Artur A. Parada é formado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto em 1975. Fez residência médica de cirurgia e posteriormente de endoscopia, dedicando-se ao aparelho digestivo. Trabalha há 40 anos no Hospital 9 de Julho com uma equipe de médicos e auxiliares muito bem preparada ocupando um andar inteiro. Dedica-se a endoscopia desde que terminou a residência de cirurgia. É um estudioso e apaixonado pelo que faz e se dedica muito a endoscopia que hoje é fundamental no diagnóstico e tratamento do câncer, principalmente em fases iniciais.

P. - O que a pessoa deve fazer para se prevenir contra qualquer problema gastrointestinal e de quanto em quanto tempo deve-se fazer esses exames?

A área que se tem maior atuação é na prevenção do câncer colo retal, a endoscopia tem um papel muito grande na remoção de lesões que podem crescer para câncer e no diagnóstico do câncer em fase inicial, principalmente no colon e no reto onde a incidência é maior e conseguimos reduzir a mortalidade significativamente. Já no câncer de esôfago e estômago tem um papel muito importante mas a incidência é um pouco menor e as lesões mais agressivas, então não se consegue ter um grande resultado na redução da mortalidade. De qualquer forma, um diagnóstico precoce permite cura com ressecões endoscópicas ou cirúrgicas.


Enfermeiras Cristina e Natasha, enfermeiro Marcos, Dr. Artur Parada, as técnicas de enfermagem Sonia, Alice, Cristinana, enfermeiros Diego e Dr. Pablo - - Foto: Zilda Brandão

P - Porque muita gente foge desses exames?

As endoscopias são um pouco invasivas e em geral requerem sedação para que o exame fique confortável. A colonoscopia é um exame desagradável, é preciso fazer um preparo de limpeza no intestino, tomar laxante, ficar em jejum, precisa-se de uma técnica adequada com sedação um pouco mais profunda e tem muita terapêutica para a remoção dos pólipos, o que torna o exame um pouco mais prolongado.

P - Esse exame tem algum risco?

Qualquer coisa que se faça tem um risco, os exames de endoscopia são exames invasivos sejam realizados pela boca, e progredindo pelo esôfago, estomago e duodeno, ou por via baixa, via anal para examinar o canal anal, o reto e cólon. Todos esses exames têm um risco muito baixo mas tem.

P - Quanto tempo duram esses exames?

A endoscopia alta em geral dura de 20 a 30 minutos e a colonoscopia de 30 a 50 minutos.

P - Quais os equipamentos mais modernos que o hospital tem?

Os equipamentos de endoscopia avançaram muito nos últimos anos porque hoje em dia tudo é digitalizado, as imagens são digitalizadas, os arquivos são digitalizados. Os aparelhos atuais são fantásticos, com alta resolução ótica e magnificação de imagem permitindo diagnóstico de lesões com 1 ou 2 milímetros.

Hospital 9 de Julho, Sâo Paulo
Hospital 9 de Julho, Sâo Paulo - Foto: www.valordeplanosdesaude.com.br

P - O que é capsula endoscópica?

É um exame que já tem alguns anos e que são realizados aqui no Hospital 9 de julho e em nossa clínica, a capsula é como se fosse um comprimido, tipo um satélitezinho que a pessoa engole, é como uma câmera fotográfica digital ele vai tirando fotos, cerca de 50.000 desde que você engole até ser evacuada. É feito principalmente para o intestino delgado.

P - Esse exame é especificamente para que?

A principal indicação é para paciente que tem anemia e que tem sangramento digestivo e você não encontra uma causa para a anemia, e supõe- se que possa ter uma lesão no intestino delgado. E então faz uma cápsula para o intestino delgado. Já a cápsula de cólon se faz quando não se consegue fazer a colonoscopia ou quando o paciente não quer se submeter ao exame de colonoscopia então opta por este exame embora tenha que fazer o mesmo preparo.


Grupo de recepcionistas de agendamento da equipe do Dr. Artur Parada - Foto: Zilda Brandão

P - O que o senhor aconselharia às as pessoas para se prevenirem contra estes problemas gastrointestinais?

As pessoas devem se cuidar. A gente vê que nos últimos cem anos as pessoas partiram de uma idade média de 40 anos para cerca de 80 anos. Com o passar do tempo os cuidados sanitários foram melhorando e o mesmo vem acontecendo com a alimentação. Com o avanço da medicina houve uma melhora significativa nos diagnósticos, o que vem propiciando a cura de muitos tipos de câncer.

P - O senhor acha que o Brasil está à altura dos Estados Unidos em medicina?

Sem dúvida. O grande problema do Brasil é que é um país muito heterogêneo, então nós temos grandes centros mais desenvolvidos e outros centros em áreas pobres com menos recursos e condições sanitárias ruins, mas do ponto de vista das grandes cidades, dos grandes centros, o nível é relativamente igual aos países mais desenvolvidos



Envie por email para um amigo

Leia mais sobre Zilda Brandão


COMENTÁRIOS

Não há comentário postado até o momento

COMENTE

Seu nome:
Seu email:
Deixar seu email visível: 
Cidade/Estado:

Escreva seu comentário


Digite o código abaixo:
35189



Canadá Inesquecível

HOME
QUEM SOMOS
FALE CONOSCO
TV ZILDA BRANDÃO
COLUNA ZILDA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ANTONIO SALANI

Mira & Destino é um site de informações turísticas, gastronômicas, negócios e novidades no mercado voltado para o público de alto luxo. Nossa intenção é trazer sempre o que de melhor acontece no mundo
BUSCA DE NOTÍCIA
RECEBA NOTÍCIAS

Desenvolvimento: Anderson Luiz