DICAS DE VIAGEM



Visite Laguna Beach - Califórnia !!

Por: Ellen Saraiva
Agosto / 2016

Laguna Beach, Califórnia
SUP at Sunset

População, Clima e Meteorologia:

A cidade de Laguna Beach tem uma população de 25.000 habitantes. Sua extensão é de 8,8 milhas quadradas. Laguna Beach é conhecida por seu clima ameno, durante todo o ano. Temperaturas médias desde meados da década de 60 ° s F (18 ° C) a cerca de 80 ° F (26 ° C), sendo friozinho de dezembro a fevereiro e o clima mais quente de julho a outubro.

Laguna Beach, Califórnia
Time Connected

Localização & Acessos Aeroporto:

Laguna Beach está localizado no coração de Orange County ( 'The OC') ao lado do Oceano Pacífico, com 7,1 milhas de vistas à beira-mar. Localizado a 50 milhas ao sul de Los Angeles e 70 milhas ao norte de San Diego, Laguna Beach é acessível através de Laguna Canyon ou via Pacific Coast Highway. Laguna Beach está localizado a 16 milhas de John Wayne / Orange County Airport (SNA), 35 milhas do Aeroporto de Long Beach (LGB), 54 milhas de Los Angeles Int'l Airport (LAX), e 75 milhas de San Diego Int'l (SAN).

Laguna Beach, Califórnia
View of Main Beach from Heisler Park

Atrações:

Laguna Beach, a jóia da coroa de Orange County, tem sido conhecida como uma colônia de artistas há mais de 100 anos. Alguns dos festivais de artes anuais incluem: Art-A-Feira: de junho a agosto; Festival de Artes: de julho a agosto ; Laguna Dance Festival: em setembro; Pageant dos Mestres: julho a agosto ; Plein Air Painting Invitational; em outubro; Sawdust Art Festival (show de verão): em junho até de agosto de ; Festival Sawdust Art (show inverno)nos Fins de semana em meados de novembro a meados de dezembro.Em 1918, o artista Edgar Payne abriu uma galeria de arte que mais tarde se tornou Museu Laguna Art de hoje, um dos primeiros museus de arte do estado da Califórnia. Hoje, existem mais de 70 galerias de arte e 400 artistas que trabalham em Laguna Beach. Laguna Beach também possui uma grande percentagem de lojas e boutiques da especialidade one-of-a-kind . Com 20 enseadas e praias, Laguna Beach é o local ideal para se divertir à beira-mar. Se você gosta de mergulho, natação, surf, paddle boarding, jogar vôlei ou simplesmente explorar as praias , a área de oito milhas da costa oferece algo para todos.

Laguna Beach, Califórnia
Treasure Island Park

Laguna Beach, Califórnia
Summer Trolley

Hotéis e Restaurantes:

O Hotel Laguna foi o primeiro hotel construído em Laguna Beach e o primeiro edifício comercial substancial. A estrutura na sua forma atual foi construído em 1930. Hoje, existem 25 hotéis, motéis estilo bed & breakfast localizados em toda a Laguna Beach. Experimente os mais de 80 restaurantes que Laguna Beach tem para oferecer.

Laguna Beach, Califórnia
Mozambique Steakhouse

Laguna Beach, Califórnia
Beachfront Dining in Laguna

Laguna Beach, Califórnia
Sea Stars in the Tide Pools

Laguna Beach, Califórnia
House of Big Fish & Ice Cold Beer

Curiosidade:

1. Laguna Beach é o lugar com mais hospedagem à beira-mar do que qualquer outra cidade do sul da Califórnia!

2. A Pacific Marine Mammal Center é gratuito para o público, aberto diariamente e está localizado em Laguna Canyon Road. Este centro de resgate, administrado por voluntários dedicados, reabilita mamíferos marinhos que estão presos ao longo das 42 milhas da costa Orange County.

Laguna Beach, Califórnia
Skimboarding

3. Laguna Beach é um santuário de pássaros e um refúgio da vida marinha. Todos sistema de refúgio marinho de Laguna é totalmente protegida pela marinha e nada pode ser pescado ou removido desta área.

4. Muitos bungalows e casas de campo a partir do final dos anos 1800 para o início de 1900 estão ainda por lá e podem ser visitadas junto com guias locais.
5. O Laguna Playhouse é o mais antigo, operando continuamente, enquanto o Museu de Arte de Laguna foi um dos primeiros museus a abrir na Califórnia.


Comprou um pacote de viagem? Saiba quais são seus direitos

Por: Ellen Saraiva
Janeiro / 2016



COMPROU UM PACOTE DE VIAGEM? SAIBA QUAIS SÃO SEUS DIREITOS

Se você comprou um pacote de viagens, o Código de Direitos do Consumidor oferece garantias para que tudo corra da forma planejada. O Jurídico Correspondentes, plataforma de contratação de correspondentes jurídicos, listou alguns direitos dos consumidores nessa modalidade:

1. Não compre pacotes de operadoras que não tenham cadastro na Embratur ou que não sejam membros da Abav.

2. Procure saber sobre a agência de viagens e seus serviços, pelo site da Embratur ou de outras pessoas que usaram os serviços.

3. Sempre compare preços antes de aceitar um contrato: ele não pode ser muito caro e nem muito barato.

4. Leia sempre o contrato com atenção antes de assiná-lo para não ter surpresas desagradáveis.

Ao fechar o contrato, também é interessante prestar atenção em alguns pontos:

1. Mantenha sua pontualidade ao marcar o voo ou o embarque para não perder seus direitos.

2. Caso haja cancelamento da viagem por não ter atingido o número mínimo do grupo, a operadora deve devolver todo o valor já pago, ou oferecer um crédito para futuras viagens;

3. Caso você desista da viagem, saiba que não terá todo o dinheiro de volta. O próprio contrato, na maior parte das vezes, prevê uma quantia ou porcentagem para devolução, e uma porcentagem que será retida pela agência para cobrir seus custos operacionais ou pagamentos já feitos a prestadores de serviço. Lembre-se que, quanto mais próximo da viagem, menor será o reembolso.

4. A agência de viagens deve prestar todas as informações sobre documentos necessários para a viagem, o visto de entrada em países estrangeiros, as vacinas necessárias para cada região e os locais onde poderá buscar ajuda se não estiver numa viagem em grupo.

Lembre-se que, se não for atendido dentro do que foi estabelecido em contrato, seja com relação a hospedagem ou locomoção, você deve, no retorno, procurar a agência imediatamente. Caso seus problemas não sejam resolvidos pela agência, a solução é sempre o Procon, onde você deverá ir munido de todos os documentos para registrar sua reclamação.

Sobre o Jurídico Correspondentes:

Fundado em 2013, o Jurídico Correspondentes é um marketplace que conecta profissionais que precisam de apoio jurídico a correspondentes jurídicos em todo o país, oferecendo maior agilidade nos processos e redução de custos. A plataforma já possui mais de 51 mil profissionais cadastrados, entre eles advogados, estagiários e bacharéis em direito que prestam diversos serviços jurídicos.


Dicas importantes para quem esta partindo em férias

Antes da viagem

O passageiro deve registrar os bens fabricados no exterior que estiver levando na viagem (como câmeras e filmadoras), mesmo se forem usados ou comprados no Brasil, para garantir que não pagará impostos no retorno ao Brasil. Equipamentos com garantia no exterior que estão sendo levados para trocas ou consertos também devem ser registrados. Normalmente, o registro é feito no aeroporto de embarque, por meio da Declaração de Saída Temporária (DST). Se o viajante estiver levando mais de R$ 10 mil, ou o equivalente em outra moeda, ele deve fazer a Declaração de Porte de Valores (DPV) e apresentar o comprovante de aquisição regular dos recursos em local autorizado pelo Banco Central a operar com câmbio. Fonte: Secretaria da Receita Federal, órgão do Ministério da Fazenda

Impostos

O passageiro pode trazer produtos no valor de até US$ 500, ou o equivalente em outra moeda, em viagem aérea ou marítima e o equivalente a US$ 150 em viagem terrestre, fluvial ou lacustre, sem precisar pagar impostos. O mesmo vale para menores de idade, acompanhados ou não. Esta cota de isenção só pode ser usada uma vez a cada 30 dias e é pessoal e intransferível. Nem pessoas da mesma família podem somar ou transferir suas cotas. Esta regra não se aplica a bagagens de tripulantes em serviço, diplomatas estrangeiros e de militares, transportadas em veículo militar. Além disso, o passageiro pode ter em sua bagagem, identificada com a etiqueta da companhia: roupas, produtos de higiene e beleza e calçados - para uso próprio e em quantidade de acordo com a duração da viagem - livros, folhetos e periódicos em papel. As pessoas que passaram mais de um ano no exterior podem também trazer seus bens pessoais, domésticos e profissionais livres de impostos. A bagagem despachada pelo correio ou como carga, ainda que venha no mesmo veículo que o passageiro, está sujeita a pagar imposto e não tem direito à cota de isenção. A exceção é o transporte de roupas, objetos pessoais usados, livros, folhetos e periódicos, que estão isentos de impostos. Fonte: Secretaria da Receita Federal, órgão do Ministério da Fazenda

Autorização para Menores

Documentação de Viagem

De acordo com o portal www.brasil.gov.br, menores de idade podem viajar sozinhos ou desacompanhados de um dos pais ou responsáveis.

Porém, é necessário que apresentem a documentação e autorizações necessárias.

Para viagens nacionais, as crianças que viajam sozinhas devem apresentar autorização de viagem. Ela só pode ser dispensada se a criança estiver acompanhada por irmãos, avós e tios maiores de idade, desde que o parentesco seja comprovado com a certidão de nascimento.

Em viagens internacionais, além do passaporte (também é preciso autorização dos pais para a emissão do documento), é preciso autorização para o menor de 18 anos que viajar sozinho. A autorização judicial para que crianças e adolescentes nascidos no Brasil viajem ao exterior é dispensável quando eles estiverem na companhia dos pais ou na companhia de apenas um deles, desde que exista autorização do outro com firma reconhecida (ou assinatura de autoridade consular concedida no momento da autorização, que é válida por dois anos em caso de omissão do prazo de validade).

Mais informações podem ser obtidas no http://www.brasil.gov.br/sobre/turismo


Habilitação Brasileira é valida em outros países?

Carros

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) lançou, em 2006, o novo modelo de Permissão Internacional para Dirigir (PID), que é aceito na grande maioria dos países. Para obter a permissão o condutor deverá possuir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), devendo esta estar vigente. O prazo de validade da PID, a categoria da habilitação e as restrições médicas são os mesmos referentes à CNH. Para fazer o PID, informe-se no Detran mais próximo.

Para conhecer a lista completa dos países que aceitam a PID, acesse o site do Denatran: www.denatran.gov.br/permissao_internacional.htm

Multa no exterior

Carros

Fique atento às leis de trânsito. Ao receber uma multa, muitas vezes você tem de pagar na hora.
Mas, se o carro for alugado e a multa for do tipo que é cobrada depois, nem pense em esconder o fato da locadora. A empresa vai pagar, porque o carro é dela, mas depois vai cobrar de você!


Reserva de hotéis

Deficientes Físicos

É importante ficar atento a cada detalhe antes de embarcar para as férias do sonho! Se você é portador de necessidades especiais, é importante que você vá para um lugar que atenda ás suas necessidades, para poder apriveitar ao máximo a sua viagem.

Ao reservar o hotel certifique-se de que ele possui acesso para deficientes e seja bastante específico sobre a sua necessidade: pergunte se os banheiros possuem barras de segurança, qual o tamanho das portas do quarto, enfim, todas as informações que precisares.

Quando a reserva for feita em um hotel fora do Brasil através de uma agência, certifique-se que a mesma informou ao hotel a suas necessidades e aproveite cada minuto da sua viagem!


Portadores de Necessidades Especiais

Bagagem

Sentir-se seguro para ir viajar é o primeiro passo para uma viagem divertida e bem aproveitada. E para isso, é importante estar bem informado. Para quem tem necessidades especiais não é diferente.

Para cadeirantes, além de levar as ferramentas necessárias para pequenos ajustes na bagagem, é importante escolher bem por onde circular: na hora de escolher o hotel, pergunte (e certifique-se!) se é fácil locomover-se pelas dependências e se há quartos e banheiros adequados.

Confira sempre com o agente de viagens todos os detalhes dos meios de transporte que serão utilizados na viagem, o tempo para ver as atrações e a distância entre elas e o hotel. Evite ao máximo as conexões nos vôos, por causa dos deslocamentos.

Além disso, é indicado fazer uma avaliação das condições físicas (consultando o médico, se necessário) e do estado do equipamento, como muletas e cadeira de rodas.


Meus pés incham em viagens prolongadas

Saúde

Quem tem problemas de circulação sofre dentro do ônibus ou avião em viagens prolongadas. O problema é do sistema circulatório. É que em uma viagem aérea ou rodoviária normalmente convida à imobilidade numa poltrona por muitas horas. E essa é a pior posição para quem tem problemas circulatórios, varizes ou deficiências renais. O líquido acumula nas pernas e o resultado é o edema. Em casos extremos, pode ocorrer a chamada trombose venosa, que causa muita dor e exige tratamento médico urgente. Conselho dos médicos: mesmo em aviões (e a sugestão vale para viagens terrestres também), procure andar a cada duas horas. Nos grandes jatos, com dois longos corredores, dá para fazer uma boa caminhada. Para mulheres grávidas, que ainda suportam sobre as pernas o peso da barriga, o risco de inchaço é maior.


Como combater os males do Fuso Horário

Evitar o mal-estar causado pela diferença de fusos horários, é praticamente impossível, sobretudo quando se atravessa mais de quatro fusos. O pior é no sentido leste-oeste, isto é da Europa para o Brasil. Uma maneira de amainar os efeitos é, desde o dia da chegada, tentar seguir o horário da região visitada. Almoce na hora do almoço, mesmo que para você ainda esteja na hora do café da manhã. A única arma química eficiente conhecida é a melatonina - um hormônio sintético vendido sem receita médica, inclusive no exterior. Recorrer a esse remédio, porém, exige obediência a um ritual de horários. Tomemos por exemplo uma viagem de São Paulo para Paris, cidades que têm cinco horas de diferença entre si. Nesse caso, você deve engolir o primeiro comprimido no dia anterior à viagem e outro no dia do embarque, à mesma hora. Chegando a Paris, deve tomar um terceiro comprimido uma hora antes dos horários anteriores - mas pelo fuso brasileiro, ou seja, 23 horas depois. Repita a operação nos três dias seguintes, sempre antecipando uma hora em cada dia. Pronto: você conseguiu tirar as cinco horas de diferença. É o caminho mais curto, embora ainda impreciso, para trazer seu corpo para o país de visita. A dificuldade para dormir é muita? Aumente a dose de melatonina exatamente quando cair na cama. O sol também pode ajudar. Meia hora de sol sobre o rosto no momento de despertar, quando a diferença é de até cinco horas, e uma hora à tarde, quando o fuso é de seis, também funcionam como uma "corda" para o seu relógio biológico.


Quais os remédios que devo levar na frasqueira

Saúde

Segundo especialistas de Medicina do Viajante, o kit básico de viagens é feito de remédios que você já toma (calcule com atenção a quantidade necessária, pois não vai ser possível comprá-los com receita brasileira no exterior); antitérmicos (para a febre); antiinflamatórios (para dores); antieméticos (para enjôos); remédios específicos para controlar crises de diarréia; pastilhas de cloro (para esterilizar a água). Se levar medicamentos de faixa preta, carregue junto um relatório médico, em inglês, justificando-os. Você poderá ter problemas de pressão, tentando se explicar junto ao serviço de imigração...


Cuidados com a alimentação

Essa dica vale muito na hora de ir para qualquer lugar desconhecido: tenha Cuidado com a sua alimentação durante uma viagem!
A curiosidade em conhecer a gastronomia local é normal, mas alguns aspectos devem ser observados para evitar contaminações. Um desses aspectos é a higiene do local: não coma nada na rua e escolha estabelecimentos que estejam limpos, se for preciso peça para conhecer a cozinha.

Lembre-se sempre de perguntar todos os ingredientes do prato, assim você evita indisposição e até mesmo reações alérgicas!


Dia da viagem

Na hora da partida, chegue duas horas antes do horário previsto. Faça o check-in o mais cedo possível, despachando suas malas. Verifique o número do assento, se fica na janela ou corredor, na ala de fumantes ou não. Evite fazer compras na partida para não acumular pacotes. Use roupas confortáveis durante a viagem, evite comer e beber muito, prefira alimentos de fácil digestão. Se a viagem for noturna, acorde cedo para evitar fila no banheiro. Ao desembarcar, preocupe-se em localizar suas malas. Em viagens internacionais, terá que passar pela polícia da imigração. Se a viagem não inclui traslados até o hotel, veja as opções de transporte como táxi, ônibus, metrô ou trem, verificando preços e itinerário.

O que pode e o que não pode na bagagem.

COMUNICADO! Comunicamos que desde o dia 10 de agosto de 2006, em cumprimento às determinações das autoridades aeroportuárias nacionais e internacionais, as seguintes medidas de segurança estão sendo adotadas para aplicação em todas as partidas internacionais. Está proibido o transporte dos seguintes itens na bagagem de mão: 1. Todo tipo de líquido, exceto leite para bebês (cujo conteúdo deverá ser provado pelo acompanhante); 2. Gel para barba ou cabelo; 3. Bebidas (alcoólicas ou não); 4. Shampoo; 5. Spray de cabelo; 6. Loção ou perfume; 7. Protetor solar ou bronzeador; 8. Cremes; 9. Pasta dental e produtos de higiene bucal; 10. Artigos de cosméticos ou elementos de similar consistência; 11. Desodorantes (líquidos ou aerosol); 12. Elementos contundentes; 13. Objetos cortantes ou ponteagudos (faca, tesoura , alicate de unha, estilete, canivete, saca-rôlhas, agulhas de trico/crochê etc.); 14. Armas de brinquedo; 15. Isqueiros; 16. Artigos esportivos (tacos de golf, raquetes de tênis/squash, tacos de baseball, skates, berinbau etc). Estes produtos deverão ser colocados na bagagem a ser despachada. no check-in os passageiros terão a opção de despachar estes itens. Produtos encontrados durante a revista no portão de embarque serão confiscados e jogados fora. Somente será permitido levar como bagagem de mão os seguintes pertences (mediante averiguação): 1. Passageiros com bebês ou crianças de colo poderão levar leite, mingau, suco, papinha etc, na cabine, em prequenos recipientes, somente depois que o adulto responsável provar o líquido; 2. Medicamentos essenciais durante a duração do vôo (exceto em forma líquida, a menos que sejam verificados e aprovados pelas autoridades aeroportuárias) somente poderão ser lavados à bordo se o medicamento for acompanhado pela receita médica, no mesmo nome que consta no passaporte e na passagem do passageiro; 3. Medicamentos essenciais que não necessitam de prescrição médica (mesmo em estado líquido ou pastoso - gel) que não excedam 120 ml (4 oz) por bagagem de mão como por exemplo: solução fisiológica para lentes de contato e colírios; lentes de contato e liquido de preservação em recipientes pequenos, são permitidos mediante averiguação; 4.Insulina e líquidos, incluindo sucos especiais ou gel para passageiros diabéticos devidamente acompanhados de prescrição médica não ultrapassando a quantidade máxima permitida de 148 ml (5 oz); 5. Documentos essenciais para viagem (passaportes, bilhetes aéreos e vistos); 6.Carteiras e bolsa de mão que contenham dinheiro, cartão de crédito e identidade; 7. Óculos de grau e óculos de sol sem caixas; 8. Chaves (exceto chaveiros que possuem bateria); 9.Cosméticos sólidos como batons e itens de higiene pessoal como desodorante sólido (por exemplo 'Speed Stick'), produto de proteção dos lábios e sólidos similares. 10. Seringas e agulhas para uso médico pessoal são permitidos à bordo desde que a agulha esteja encapada com lacre intacto, e precisam estar acompanhadas da receita médica com uma etiqueta com o nome do medicamento e com o nome do médico ou da farmácia responsável pelo medicamento. 11. ALGUMAS CIAS. AÉREAS permitem que aparelhos eletrônicos como laptops, câmeras digitais, jogos entre outros, possam ser transportados à bordo da aeronave(desde que desligados). RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES Passageiros não devem comprar qualquer produto líquido, cremoso ou gel no free shop, pois os mesmos não são permitidos na cabine e serão confiscados no portão de embarque sendo da mesma forma descartados. Qualquer bebida comprada na área interna do aeroporto.


Hábitos culturais

Cuidado ao viajar para outros países! Conhecer a cultura do país de destino evita problemas. Existem diversas peculiaridades entre as culturas mundiais. Informar-se e respeitar os costumes locais do seu destino turístico e a melhor maneira de evitar situações constrangedoras durante a viagem. A seguir, um resumo sobre dicas de comportamento que poderá ajudá-lo: · Na Arábia Saudita, arrotar após as refeições é um sinal de boa educação e de que você ficou satisfeito. · Palitar os dentes após as refeições na Itália significa que gostou da comida. Mas na França e em muitos outros países é um ato de extrema grosseria; · Caso você viaje ao Egito, deixe sempre deixe um pouco de comida no prato durante as refeições, mesmo que você esteja com muita fome. Isso simboliza abundância, fartura e elogio ao anfitrião; · Grande parte dos indianos e marroquinos tem o hábito de comer com as mãos. · Na Bélgica, come-se com o garfo na mão esquerda, mesmo quem não é canhoto. Já em países árabes, a mão esquerda é considerada impura pois é destinada a higiene pessoal. Portanto, não receba ou ofereça documentos e cartões de visita com esta mão; · Na Europa é um hábito comum dividir a mesa com estranhos; · A culinária na Mongólia é exótica, mas não se assuste: um exemplo é a carne de camelo cozida. · Na Finlândia, rena ensopada ou frita são pratos comuns. · Larvas, abelhas e grilos fritos são aperitivos na Tailândia. · Já em Taiwan e Hong Kong, um dos pratos principais é a cobra frita. · Um prato de sopa de cachorro na Coréia do Sul é considerado energético; · No Paquistão, homens e mulheres comem separadamente; · No Oriente Médio é proibido pelo Corão (livro sagrado), mulheres guiando automóveis. Também nunca mostre a sola dos sapatos ao cruzar as pernas, estará assim, insultando o seu anfitrião pois a sola é a parte mais baixa do corpo, portanto a mais suja. Por lá, é comum encontrar homens andando de mãos dadas como sinal de amizade e respeito entre eles; · Em muitos países da Ásia e Oriente Médio, ao visitar os templos religiosos, deve-se vestir roupas com mangas e compridas, em alguns tirar os sapatos. Sendo proibido tirar fotos no seu interior e tocar imagens e estátuas; · Na China, atos de assoar nariz na rua ou cuspir são sinais de higiene, significa que está tirando algo sujo de dentro do corpo. E deixar de beber todo o conteúdo do cálice num brinde é sinal de grave ofensa; · Nunca recuse um cálice de vodka na Rússia, ou qualquer tipo de bebida na Irlanda. Isso é imperdoável, considerado um gesto rude; · Nos Estados Unidos, no Japão e em vários países da Europa, dar tapinhas nas costas durante um cumprimento é falta de educação. Um aperto de mãos já é suficiente; · Mostrar a língua um para outras pessoas, em algumas tribos do Tibete, é um ato de cumprimento; · Na Índia, encarar as pessoas nas ruas, é considerado uma forma de humilhação. Por lá, a vaca é um animal sagrado, o trânsito é sempre desviado caso uma delas resolva deitar-se na rua; · Na Coréia do Sul, nunca converse com as mãos nos bolsos ou para trás. Isso é considerado um ato grosseiro; · Nunca presenteie um japonês com relógios, eles simbolizam a morte. Também nunca coloque um cartão de visitas, que acabou de receber, no bolso ou escreva sobre ele, isso é sinal de grosseria. Portanto ao recebê-lo, segure-o na mão; · Casais não devem se beijar em público, na Indonésia.


Cuidado com as fotografias para não incomodar

Quando for fazer uma foto, lembre-se de que nem todo mundo gosta de ser fotografado.
Mesmo no Brasil, há diversas superstições a respeito. Se quiser fazer o retrato de alguém, recomenda-se sempre pedir autorização. É educado e não arranca pedaço.

Vários museus e templos não permitem fotos internas ou com o uso do flash. Respeite essas regras e também não invada áreas restritas, pois a vergonha de ter a atenção chamada em público não compensa nem a mais linda foto.


Comportamento entre Homens e Mulheres

Vai viajar e está pensando em encontrar um amor no seu destino?

Lembre-se que mesmo na hora de conquistar alguém as diferenças culturais podem interferir muito!

Cada cultura tem determinados hábitos sociais e tradições. Há quem diga que, na Rússia, se um homem descasca uma banana e a oferece para uma mulher, significa que ele está interessado nela.

Nos Estados Unidos, é cada vez mais comum para os casais de namorados dividir a conta. E lá, se uma menina decidir chamar um menino para sair, sem problemas. Já na Holanda, não é apropriado conversar com estranhos. Quem o fizer é porque está com segundas intenções.

Nos países de religião muçulmana é que se deve prestar mais atenção. Por lá a liberdade feminina é bastante restrita. Muitas mulheres só podem sair à rua acompanhadas de outra mulher ou de um parente do sexo masculino. Elas também fazem as refeições em separado e não têm permissão para dirigir carros. E o mais importante: namorados só devem se tocar depois do casamento!


Assuntos polêmicos como religião, política e piadas

Para não cometer gafes, evite assuntos polêmicos como política, religião e futebol e tome muito cuidado ao fazer piadas. O senso de humor varia entre os povos.

Canadenses não apreciam comparações entre seu país e os Estados Unidos. Sul-africanos já se cansaram de falar do apartheid. Russos não gostam de ser tratados pelo termo camarada (taváritch) e os alemães costumam levar muito a sério comentários como "a gente se fala" ou "passa lá no hotel".

No Japão, não fique elogiando muito! Os elogios costumam ser encarados como falsidade!


Cuidado com os sinais!

O ser humano utiliza inúmeros gestos na hora de se comunicar. O choro, o sorriso, o abraço, fazem parte da comunicação diária.

Mas muitos não possuem significado universal e é sempre bom ficar atento ao que eles significam em cada lugar!

O círculo feito com o polegar e o dedo indicador, que para no Brasil é um gesto obsceno, para os americanos significa o.k. Já no Japão, quer dizer dinheiro. Na França pe simplesmte "sem valor" e na Alemanha, equivale a chamar alguém de idiota.

Na Tailândia e Bulgária, os movimentos de sim e não feitos com a cabeça são invertidos.

Na Austrália, fazer o "V" da vitória ou o conhecido gesto positivo com a mão fechada e o polegar para cima quer dizer que você está mandando alguém para aquele lugar indevido!

Na Turquia, Romênia, Grécia e em alguns países latinos, a mão em figa tem conotação sexual, enquanto na Polônia, Rússia, Iugoslávia e Bulgária é uma resposta de cunho negativo. O gesto usado para pedir carona vira um convite sexual na região da italiana Sardenha, na Turquia e na Grécia.

No Egito, esfregar os dois indicadores em movimentos paralelos é interpretado como segundas intenções.

Nos países árabes, mostrar a sola do sapato ao cruzar as pernas é grosseiro, pois esta é considerada a parte mais suja.

E quando estiver na Itália, cuidado! Não apalpe as frutas para ver se estão maduras, a menos que queira aprender uma série de palavrões.


Seus Gestos em Público

Em certos países, comportamentos absolutamente normais para nós, brasileiros, podem virar grosseria se feitas em público. Na Coréia do Sul, ninguém assoa o nariz na rua e, no Japão, as pessoas não espirram diante das outras. Em Seul, não tente atravessar avenidas e ruas. Prefira as passagens subterrâneas existentes em todos os cruzamentos. Em lugares como a Suíça, os pedestres que cruzam a rua fora da faixa ou com sinal vermelho são advertidos. No Japão, pega mal falar alto ou gargalhar de uma piada, principalmente para as mulheres. Na Indonésia e Tailândia, casais de namorados não devem se beijar ou trocar carícias na frente dos outros. Para os indianos, ser encarado por estranhos é uma forma de humilhação. Em cidades grandes como Nova York e Paris, os inevitáveis esbarrões devem ser acompanhados de "Excuse me" e "Pardon".


Regras de etiqueta

Ninguém quer sair por aí cometendo gafes. E para que isso não ocorra, seguem algumas dicas sobre o que é mico e o que não é em alguns países:

Estados Unidos:
Se você for convidado para um almoço ou jantar, lembre-se: você foi convidado. Se chegar alguém quando você estiver saindo de casa, nada de levar junto!

Em geral, os americanos não repetem as refeições. Portanto, só o faça se alguém fizer antes

Nos EUA, os empacotadores de supermercados sempre irão perguntar “plastic or paper”. Eles querem saber qual o tipo de sacola que você vai utilizar. Com uma onda sustentável tomando conta do país, o ideal é sempre escolher paper!

França:
Depois de comer, evite discutir a conta ou dividi-la. Os restaurantes não gostam disso;

Se for convidado para ir a casa de um nativo, fique atento pois há um ritual de sequências nas refeições. Primeiro vem a entrada, depois o prato principal, os queijos, a sobremesa e, por fim, o café. Não queira acelerar as coisas;

Os franceses não costumam deixar que os convidados ajudem com a louça suja ou com a limpeza da cozinha. Você pode se oferecer, mas não insistir;

Cumprimente os funcionários das lojas ao entrar e ao sair, desejando-lhes um bom dia. É visto como uma bela atitude!

Bélgica:
Não aponte seu dedo indicador para uma pessoa, nem mantenha as mãos no bolso enquanto conversar com alguém. Ambas as atitudes são vistas como ofensivas;

Não resmungue, assoe o nariz ou se coce na presença de outras pessoas. Essas ações devem ser feitas discretamente.

Itália:
Nunca recuse repetir a refeição se lhe oferecerem mais. Não repetir é um sinal de que você não gostou da comida!

Os italianos costumam demonstrar muito suas emoções. Não se surpreenda ao ver beijos na face e abraços entre homens que são bons amigos.

Alemanha:
Sempre bata antes de abrir uma porta;

Quando você é convidado para uma refeição em uma casa alemã, é recomendado levar uma lembrancinha ao anfitrião. As flores sempre são bem-vindas!

Portugal:
Pedir sal e pimenta não é de bom tom! Se os condimentos não estiverem na mesa, aguente firme.

Rússia:
Não saia bebendo vodca só porque você está na Rússia. A bebida é reservada para os brindes. E não misture com outras bebidas.

Em jantares, apoie os pulsos na borda da mesa durante a refeição. O garfo fica na mão esquerda; a faca, na direita.

Japão:
Nunca encha o seu próprio copo, pois com esse gesto você reconhece que é um alcoólatra.

Vale sugar e fazer barulho para comer macarrão.

Pés não são bem vistos por lá, pois eles estão na parte mais baixa do corpo. Não aponte para objetos ou toque pessoas com eles.

Quando estiver no banheiro e alguém bater na porta, não grite “tem gente”. A etiqueta orienta dar uma ou duas batidinhas de volta, para indicar que o banheiro está ocupado.


Pontualidade

A mania de brasileiro de achar que 15 minutos de atraso não é atraso não é nada bem vinda lá fora.

E não são só os ingleses que prezam pela pontualidade. Também os suíços, alemães, escandinavos e orientais em geral estão entre os povos mais pontuais do mundo. Em seus países os trens partem, por exemplo, em horários quebrados - como 9h37. E eles realmente partem neste horário.

Nos Estados Unidos, espera-se que, ao reservar uma mesa num restaurante, a pessoa chegue com cerca de quinze minutos de antecedência.

Cigarros

Seja por lei, cultura ou tradição, o hábito de fumar pode não ser bem visto nos lugares que você pretende visitar.
Fique atento para não pagar mico (ou multa!):

Grã-Bretanha: Na Grã-Bretanha o fumo é proibido em locais fechados, não importa se o estabelecimento é público ou privado e a lei é válida também para os tradicionais e muito frequentados pubs.

Israel: Bares, cafés, restaurantes e shoppings são considerados locais livres de fumo por lei, com a aplicação de multas pesadas para quem desobedecer.

Japão: No Japão não há uma proibição nacional. Há alguns locais como táxis, trens e estações, além de prédios públicos nos quais é proibido fumar. Nas cidades de Tóquio e Kyoto uma indústria instalou fumódromos. Já em Chiyoda Ward, onde o cigarro foi banido, fumar até mesmo na rua ou atirar bitucas no chão pode doer no bolso: a multa pode ir de 20 até 200 dólares.

Argentina: Por lá a lei nacional não pegou. Algumas privincias adotaram fumo zero, como Santa Fé, Córdoba, Tucumã e San Juan. Nesses lugares foi proibido o consumo de cigarro e derivados em espaços públicos fechados, sem admitir separação entre fumantes ou não fumantes.

Estados Unidos: Varia de acordo com as leis estaduais. Em Ohio só é permitido fumar nas ruas. Já nos Estados de Luisiana, Arkansas e Texas, o tabaco não é permitido nem dentro dos automóveis caso haja a presença de menores de seis anos.

Espanha: O país possui leis mais amenas. Lá só é proibido fumar em ambientes fechados, mas os estabelecimentos podem delimitar area para fumantes.


Conheça os expressos de sonho

Trem

Há viagens que são mais do que trajetos entre destinos. São a própria viagem. Algumas ganharam fama pelo glamour da locomotiva. Outras, pelos cenários espetaculares que atravessam. O exemplo dos exemplos? O Orient Express, que, na verdade, faz rotas pela Europa, percorrendo Paris, Londres, Veneza, Praga, Istambul etc. A empresa já estendeu os serviços para a Ásia (Cingapura, Tailândia e Malásia), Austrália (Sydney, Brisbane e Cairns) e Inglaterra. Há outros expressos como o Orient: os africanos Rovos Rail e Blue Train, o indiano Palácio sobre Rodas, o espanhol Al-Andalus Expreso, o canadense Rocky Mountaineer, os suíços Glacier e o Golden Pass, o austríaco Arlberg Line, os noruegueses Flam e Rauma e os italianos Bernina Express e Centovalli Railway.

Leve pouca bagagem nas viagens de trem.

Nos Estados Unidos, os passageiros podem embarcar com até três malas de 23 quilos cada. No Canadá, com duas de 26 quilos. Na Europa, não há limite. Com poucas exceções: no Eurostar (França, Bélgica, Inglaterra e Itália), por exemplo, são permitidas duas malas e uma de mão. A tendência é abusar. Atenção: os vagões têm lugar limitado. Assim, quando os compartimentos estão ocupados, deve-se procurar outro carro - e rezar para ninguém sumir com seus pertences. Além do mais, como cada passageiro carrega as próprias coisas, quanto mais bagagem, mais difícil o deslocamento: os corredores são estreitos e nem sempre há funcionários para ajudar.

Não pague a mais pela classe executiva

A primeira classe do trem não equivale à do avião. Apesar de possuir assentos mais largos e maior espaço para esticar as pernas, um bilhete de primeira classe pode custar 60% mais caro que um bilhete de segunda o que vale a pena! Em alguns trens de alta velocidade ou de grandes distâncias, as refeições estão incluídas para quem viaja na primeira - mas podem ir de um lanche a um prato com vinho e sobremesa, caso do Eurostar de Londres a Paris.

Cuidado na escolha do vagão

Esteja atento ao vagão que ocupar. É que, principalmente na Europa, muitas composições se dividem no meio do caminho, cada uma seguindo um rumo diferente, e você pode acabar na cidade errada. Foi o que aconteceu com uma amiga que, ao viajar da França para a Espanha acompanhada de uma outra amiga. "Enquanto levantei para ir ao banheiro, a composição se separou", diz. "Fui encontrar minha amiga bem mais tarde, no albergue." Outra coisa importante é verificar se o trem é para fumantes ou não fumantes.Certa vez na Espanha, esqueci de verificar e viajei num vagão para fumantes...nossa, é impressionante, parecia um trem a vapor movido à cigarros!

Experimente as marias-fumaças

Há diversas locomotivas a vapor fazendo trajetos curtos em todo o Brasil. Elas ligam cidades como Campinas e Jaguariúna, em São Paulo ; São Lourenço e Soledade de Minas, e São João del Rey e Tiradentes, em Minas Gerais; Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul; Tubarão e Imbituba, no verão, e Urussanga, no inverno, e Rio Negrinho e Rio Natal, em Santa Catarina. Com equipamento moderno, há os trechos Curitiba a Paranaguá; Pindamonhangaba a Campos do Jordão e Belo Horizonte a Vitória. Em Pernambuco, veja o Trem do Forró que vai do Recife a Caruaru, com forrozeiros, em junho.


Funções do Consulado Brasileiro

A função principal de um consulado é dar proteção e assistência aos cidadãos de seu país que estão em viagem ou morando no exterior.

O Brasil possui 112 países com consulados em seu território e está representado em 68 cidades nos cinco continentes.

Entre os serviços prestados estão a emissão de documentos de viagem, como vistos e passaportes; a expedição de certificados e atestados previstos na legislação brasileira; a autenticação de documentos para que tenham validade no Brasil; e o registro de voto em eleições presidenciais.

O consulado deve ser informado sempre que houver problemas relativos à detenção, à prisão ou ao falecimento do cidadão fora de seu país de origem. Os consulados brasileiros têm plantões 24 horas para atender a emergências.

Para saber mais, acesse http://www.itamaraty.gov.br/, o site do Ministério das Relações Exteriores.


O que o Consulado pode fazer por você

É sempre bom se matricular no Consulado ou Setor Consular da Embaixada do Brasil no país onde estiver vivendo temporariamente.

Essa matrícula permite que, quando acontecerem imprevistos, as autoridades consulares possam tomar as medidas possíveis com maior rapidez, inclusive, se necessário, entrando em contato com sua família no Brasil.

Entre as funções dos cônsules brasileiros no exterior está a de assisti-lo no que for possível e permitido por lei, não estando de forma alguma incluída nessas funções a de agir como se fosse agente da imigração daquele país.

Na dúvida, consulte o Consulado ou Setor Consular da Embaixada do Brasil no país onde estiver. As convenções internacionais das quais o Brasil faz parte asseguram a qualquer cidadão, quando em território estrangeiro, o direito de entrar em contato com suas autoridades consulares e diplomáticas. Assim, se você tiver problemas com as autoridades locais onde estiver, não se esqueça de recorrer a esse direito. Lembre-se, porém, que, estando em outro país, você está sujeito às leis locais. Portanto, procure saber quais são as leis e costumes dos lugares por onde passar.

Antes da partida, verifique se é necessário visto para os países que você irá visitar, e se o seu passaporte tem validade de no mínimo 6 meses. Não se esqueça, porém, de que a inexistência de visto obrigatório não equivale à admissão automática no país e que, nos casos em que é necessário o visto, este é apenas uma expectativa de direito. O Consulado não tem competência para alterar decisões das autoridades de imigração. Mesmo aqueles países para os quais não é necessário visto podem exigir quantia mínima para ingresso e custeio de sua viagem de turismo. Informe-se no Consulado estrangeiro antes de partir.

Fonte: Ministério das Relações Exteriores


Confira a relação dos países que exigem vacina

Quem viaja para o exterior deve conferir se seu destino é alvo de doenças ou epidemias, principalmente de febre amarela. Em muitos casos, é preciso apresentar um comprovante de imunização e tomar precauções para entrar no país. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 120 países exigem o certificado internacional de vacinação contra febre amarela de pessoas que vieram de áreas infectadas pela doença, incluindo quem mora no Brasil. Os passageiros que estiverem entrando no país e passarem por regiões de risco também devem apresentar o certificado. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, órgão do Ministério da Saúde, também recomenda a vacinação contra febre amarela a pessoas que circulam por zonas endêmicas brasileiras como: Acre, Amapá, Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. A vacina é gratuita, tem validade de dez anos e deve ser tomada pelo menos dez dias antes do embarque, tempo que leva para fazer efeito. O certificado internacional também é válido por dez anos, a partir de dez dias da primeira dose ou do dia da revacinação, e pode ser fornecido nos locais da aplicação, ou seja, postos do Ministério da Saúde ou agências da Vigilância Sanitária. Muitos aeroportos, portos e fronteiras têm postos de vacinação. Apenas de 2% a 5% das pessoas apresentam reações adversas, no período de 5 a 10 dias após a aplicação. Os efeitos mais comuns são dor de cabeça, dor muscular e febre baixa. A vacina não deve ser tomada por grávidas, crianças com menos de seis meses, pessoas alérgicas a proteína de ovo, portadoras de imunodeficiência, contaminadas pelo vírus HIV ou que estejam usando medicamentos quimioterápicos ou a base de corticosteróides. Neste caso, o viajante deve ter um documento com os motivos médicos para que não seja vacinado. Também é aconselhável que as pessoas se imunizem contra gripe quando forem viajar durante o inverno, principalmente para o hemisfério norte. Países que exigem o certificado internacional de vacinação contra febre amarela: Afeganistão, África do Sul, Albânia, Angola, Antígua, e Barbuda, Antilhas Holandesas, Arábia Saudita, Argélia, Austrália, Bahamas, Bangladesh, Barbados, Belize, Benin, Bolívia, Brasil, Brunei, Burkina Fasso, Burundi, Cabo Verde, Camarões, Camboja, Cazaquistão, Chade, China, Cingapura, Colômbia, Congo, Costa Rica, Djibuti, Dominica, Egito, El Salvador, Equador, Eritréia, Etiópia, Fiji, Filipinas, Gabão, Gâmbia, Gana, Granada, Grécia Guadalupe, Guatemala, Guiana, Guiana Francesa, Guiné, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Haiti, Honduras, Iêmen, Ilha de Pitcairn, Ilhas Salomão, Índia, Indonésia, Iraque, Jamaica, Jordânia, Kiribati, Kuait, LaosLesoto, Líbano, Libéria, Líbia, Madagascar, Malásia, Malaui, Maldivas, Mali, Malta, Maurício, Mauritânia, México, Moçambique, Myanma, Namíbia, Nauru, Nepal, Nicarágua, Níger, Nigéria, Niue Nova, Caledônia, Omã, Panamá, Papua-Nova, Guiné, Paquistão, Paraguai, Peru, Polinésia Francesa, Palau, Portugal, Quênia, República Centro-Africana, Reunião, Ruanda, Samoa Americana, Samoa Ocidental, Santa Helena, Santa Lúcia, São Cristóvão, Névis, São Tomé, Príncipe São Vicente, Granadinas, Senegal, Serra Leoa, Seychelles, Síria, Somália, Sri Lanka, Suazilândia, Sudão, Suriname, Tailândia, Tanzânia, Togo, Tonga, Trinidad e Tobago, Uganda, Venezuela, Vietnã, Zaire e Zimbábue

Mala extraviada? Saiba quando recorrer à Justiça

Tudo pronto para a viagem. O trajeto é tranquilo e você está cheio de presentes e encomendas na mala. Tudo perfeito. Até que você chega ao destino e sua mala não. O que fazer num momento como esse?

As Companhias Aéreas são responsáveis pelo transporte da bagagem e obrigadas a indenizar os clientes no caso de extravio. Mas o valor depende de negociação.

Recuperar a bagagem perdida e em perfeito estado pode se transformar em uma grande dor de cabeça.

Há diversos acordos que determinam valores de reembolso, mas decisões recentes do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceram que o Código de Defesa do Consumidor (CDC) deve se sobrepor a essas leis.

Segundo o CDC, a empresa aérea é responsável pelo transporte da bagagem e deve indenizar o consumidor em caso de extravio. E o artigo 25 proíbe que seja estipulado um limite para indenizações, que devem ser estudadas caso a caso.

Se a mala for encontrada, é obrigação da empresa aérea realizar a entrega no local de preferência do passageiro. Nem sempre, entretanto, o passageiro tem essa sorte de a bagagem ser encontrada.

A recomendação do PROCON em caso de extravio é que a pessoa lesada vá imediatamente ao balcão da companhia área. Com o comprovante de despacho de bagagem em mãos, peça para preencher o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB) e ainda registre queixa no escritório da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

É fundamental guardar além do comprovante de despacho, o cartão de embarque e as notas fiscais referentes aos gastos com alimentação, transporte, hospedagem e comunicação.

Tente resolver o problema amigavelmente com a empresa, mas, caso não obtenha sucesso, procure o Procon de sua cidade ou até mesmo a justiça. Se a causa não ultrapassar 40 salários mínimos, é possível entrar com a ação no Juizado Especial Cível (JEC), antigo pequenas causas.

Fonte: Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor e www.procon.rs.gov.br


HOME
QUEM SOMOS
FALE CONOSCO
TV ZILDA BRANDÃO
COLUNA ZILDA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ANTONIO SALANI

Mira & Destino é um site de informações turísticas, gastronômicas, negócios e novidades no mercado voltado para o público de alto luxo. Nossa intenção é trazer sempre o que de melhor acontece no mundo
BUSCA DE NOTÍCIA
RECEBA NOTÍCIAS

Desenvolvimento: Anderson Luiz