Image Slider Theme - Jssor Slider, Carousel, Slideshow with Javascript Source Code
Chile
Miami Beach
Istambul, Turquia
Rio Grande do Sul
Bali, Indonésia
Capadócia, Turquia
Bali, Indonésia
São Paulo
Saint Marteen
Istambul, Turquia
São Paulo
Malindi - Africa do Sul
Tribo Masai, Quênia
jQuery Slider

DESTINOS
Jamaica: Se prepare para tomar muitos sustos no "Home of All Right"
Por Zilda Brandão - 25/10/2016 às 15:41



Se prepare para tomar muitos sustos no "Home of All Right"

Por trás dos resorts cinco estrelas e das praias de areia branca de sonho da Jamaica se ocultam algumas aventuras aterrorizantes que vão fazer todo mundo gritar de susto! Agora que o Dia das Crianças já passou e nós aguardamos ansiosamente as celebrações do Halloween seguido do feriado nacional do Dia de Finados, há muito o que esperar de uma viagem à Jamaica. Com muitos atrativos emocionantes e alguns também arrepiantes, o “Home of All Right” conta desde estórias sobre bruxas e lendas sobre uma menina com poderes mágicos em uma caverna até as incomparáveis histórias reais sobre piratas e povoados submersos que são apenas para os fortes de coração.

Confira abaixo uma lista de experiências entre as mais aterrorizantes da ilha, para aqueles que querem aventurar-se no destino e nos mistérios deste país fascinante:


A Bruxa Branca de Rose Hall em Montego Bay
Aclamada pelos casos cheios de atividades paranormais do programa Ghost Hunters International, no canal Syfy, a histórica mansão de Rose Hall se tornou um dos maiores atrativos fantasmagóricos da Jamaica. Originalmente uma casa de fazenda na ilha, a Rose Hall, localizada em Montego Bay, se transformou em um local histórico de grande visitação entre turistas por causa das lendas em torno das mansões da ilha. Uma das mais famosas, em Rose Hall, guarda a história de Annie Palmer - que ficou conhecida como a “bruxa branca de Rose Hall”. Annie era famosa por praticar feitiçaria e pelos tormentos que infligia a seus escravos (alguns dos quais se converteram em seus amantes) e também a seus três esposos. Reza a lenda que Annie ainda perambula pela casa de mais de 200 anos, apesar de ter falecido no ano de 1831. Existem relatos de aparições noturnas de Palmer, o que aumentou a procura pelo tour noturno à mansão de Rose Hall com visita guiada a luz de velas. Sem dúvidas, um passeio obrigatório pra quem se programa pra ir à Jamaica no próximo Halloween.


A menina taína de Martha Brae em Falmouth
Fazer o famoso rafting nas balsas de bambu ao longo do rio Martha Brae é um passeio obrigatório e muito conhecido como uma das experiências mais relaxantes do destino. Os capitães de balsa apresentam as exuberantes paisagens da Jamaica navegando pelas águas do rio com grande habilidade ao manobrar a balsa, de modo a romper a vegetação espessa ao longo do trajeto. Séculos atrás, quando um grupo de caçadores de tesouros espanhóis estava em expedição por este mesmo caminho, chegaram a capturar uma menina para que ela os levasse até a mina de ouro escondida em uma caverna na rota do rio. A menina fingiu aceitar, mas após levá-los à caverna, despareceu de repente. Os espanhóis entraram em pânico tentando fugir da caverna, mas terminaram engolidos pelo rio. Segundo a lenda, a menina teria poderes mágicos e mudou o curso das águas para esconder a entrada da caverna - onde se crê, esteja escondido o tesouro. Há tours de balsa todos os dias pelo local.


A cidade submersa de Port Royal em Kingston
Localizada na costa sul da Jamaica, Port Royal é a única cidade submersa do ocidente e um dos povoados piratas mais perversamente célebres do Caribe. Conhecido em alguns momentos como o “povoado mais maléfico da era cristã”, foi também palco das histórias de Sir Henry Morgan, Barbanegra Teach e Calico Jack, que aliás, fizeram de Port Royal seus lares. Quando o local começou a se tornar uma grande parada comercial no Novo Mundo, lá pelos idos de 1692, foi também atingido por um intenso terremoto que destruiu dois terços do território do povoado. Porém, com a diferença da maioria dos locais afetados por uma catástrofe natural, parte de Port Royal afundou no porto e permaneceu submersa e preservada perfeitamente tal e qual era no dia do terremoto. Atualmente, Port Royal continua sendo uma aldeia costeira de pescadores de pequeno porte e também um valioso sítio arqueológico. É preciso uma autorização especial do Governo para mergulhar nas áreas restritas das ruínas de Port Royal. Mas muitos de seus vestígios que foram recuperados ao longo de anos podem ser vistos nos Museus de História e Etnografia do Instituto da Jamaica em Kingston. Os turistas também podem fazer tours em locais históricos da própria Port Royal.

resolução dos atrativos "pavorosos" da Jamaica, não hesite em nos contatar.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Divulgação



Envie por email para um amigo

Leia mais sobre Destinos


COMENTÁRIOS

Não há comentário postado até o momento

COMENTE

Seu nome:
Seu email:
Deixar seu email visível: 
Cidade/Estado:

Escreva seu comentário


Digite o código abaixo:
33682



Canadá Inesquecível

HOME
QUEM SOMOS
FALE CONOSCO
TV ZILDA BRANDÃO
COLUNA ZILDA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ANTONIO SALANI

Mira & Destino é um site de informações turísticas, gastronômicas, negócios e novidades no mercado voltado para o público de alto luxo. Nossa intenção é trazer sempre o que de melhor acontece no mundo
BUSCA DE NOTÍCIA
RECEBA NOTÍCIAS

Desenvolvimento: Anderson Luiz