Image Slider Theme - Jssor Slider, Carousel, Slideshow with Javascript Source Code
Volição
Moto Perpetuo
Passagem
O Fio da Meada
Natuperambulante
Ingra in wonderland
Casa própria
Abraxas
Camara de Cultivo
Memorias da Infância
O sonho no sono da razão
A hora da sua vez
A espera
O passeio de Sybilla
Sobre-vivente
Arquehumanologia
A árvore do Magritte
Foz
Alfandega
Independência
Visto de entrada
Encefalopodepatia
Passagem para Oz
Relicário
Toque de recolher
Ponto de controle
jQuery Slider


CULTURA
Teatro - A Zona Leste é o Centro
09/02/2018 às 19:45





Teatro para família - A Guerra

Com Núcleo Teatral Filhos da Dita

Dia 13 de fevereiro, terça, das 13h30 às 14h30

Dia 18 de fevereiro, domingo, das 13h30 às 14h30

Na Praça de Eventos. Livre


Teatro - A Guerra - Foto: Aaron Kawai

Três soldados partem para a guerra e, no caminho, esquecem quem é o inimigo. A partir dessa constatação, o espetáculo apresenta cenas que revelam ao público o absurdo de guerras invisíveis vividas cotidianamente.

Num campo de batalha que se transforma constantemente, atrizes e atores representam diversos personagens e situações que se interrelacionam, trazendo à tona um mundo onde a espetacularização da violência, impulsionada pelo desejo de poder, ganância e interesses privados, aliena e desumaniza o homem, separando-o da vida.


Teatro para família - O Rolezinho Boitatá

Com Dolores Boca Aberta

Dia 24 de fevereiro, sábado, das 15 às 16h15

Nas Quadras Externas 1 e 2.


Teatro - O Rolezinho Boitata - Foto: Mauricio Alcantara

Um monstro com olhos de fogo suga toda água da floresta e concede goles d'água aos animais em troca de seus olhos. A fábula carnavalizada pelo Coletivo Dolores opera a metáfora do monopólio das riquezas e da cegueira social como características inseparáveis de um monstro, o Boitatá. Diferente das lendas brasileiras, em que o boitatá surge como defensor de florestas, nesta aparição ele será a representação de uma relação social hegemônica, que domina tudo e todos. Por meio de alegorias, coros cênicos e ritmos carnavalescos, o grupo apresenta o monstro e busca maneiras de destruí-lo. O Rolezinho Boitatá apresenta periféricos prisioneiros de um sistema fazendo festa na boca da fera, encenando a complexa relação de ser parte vital de algo que os devora.

Com 16 atores em cena, este trabalho marca a volta do Dolores com grandes elencos. A peça é resultado de uma longa pesquisa envolvendo a Trilogia da Necessidade (último trabalho do grupo composto por três peças com elencos menores) e o bloco carnavalesco do coletivo, o Unidos da Madrugada.

A mistura de sambas-enredos e encenações teatrais compôs o processo de pesquisa outrora denominado Rolezinho Político-Carnavalesco, parte embrionária da obra que agora vêm a público. Com o Rolezinho Boitatá, o grupo chega em uma nova fase da composição alegórica e carnavalesca da linguagem teatral doloriana.

Fonte: Assessoria de Imprensa



Envie por email para um amigo

Leia mais sobre Cultura


COMENTÁRIOS

Não há comentário postado até o momento

COMENTE

Seu nome:
Seu email:
Deixar seu email visível: 
Cidade/Estado:

Escreva seu comentário


Digite o código abaixo:
35088



Canadá Inesquecível

HOME
QUEM SOMOS
FALE CONOSCO
TV ZILDA BRANDÃO
COLUNA ZILDA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ANTONIO SALANI

Mira & Destino é um site de informações turísticas, gastronômicas, negócios e novidades no mercado voltado para o público de alto luxo. Nossa intenção é trazer sempre o que de melhor acontece no mundo
BUSCA DE NOTÍCIA
RECEBA NOTÍCIAS

Desenvolvimento: Anderson Luiz