BUSINESS
LACTE 12 apresenta perspectivas para 2017
Por Zilda Brandão - 29/03/2017 às 14:55




LACTE 12 APRESENTA PERSPECTIVAS PARA 2017

Ocorreu de 22 a 24 de março, no Grand Hyatt São Paulo, a 12ª edição do Latin American Corporate Travel & Events Experience, o maior encontro da indústria de eventos e viagens corporativas da América Latina. Em sessão mediada por Ana Masagão, diretora comercial da Royal Palm Hotels & Resorts, profissionais como Ana Luísa do Prado - líder de compras de viagens da Syngenta e José Marques - consultor da Academia de Viagens, traçaram um panorama sobre as principais questões discutidas durante o evento.

No encontro foram colocados em pauta temas como os novos canais de compra, modelo de relacionamento entre parceiros, traveller centricity, custos, faturamento, gestão tática e estratégica, tecnologia, riscos, desejos e necessidades dos viajantes, além do Indicador de Viagens Corporativas (IVC) desenvolvido pela Associação Latino-Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corporativas (ALAGEV) em parceria com a GfK Consultoria.



Esta edição do LACTE registrou cerca de 900 inscritos. "Esse é o primeiro LACTE em que atuei como presidente e estou bastante satisfeita com o resultado. O evento cresce a cada ano tanto em número de participantes quanto em importância pela atualidade dos temas debatidos, e conseguimos trazer palestrantes muito experientes e de alto nivel", afirma Patrícia Thomas, presidente da ALAGEV.

Números do setor de viagens corporativas

As receitas com viagens corporativas tiveram queda real de 8,7% em 2016, totalizando 78,1 bilhões em comparação aos R$ 85,5 bilhões de 2015. Esta e outras informações fazem parte do estudo da Associação Latino Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corporativas – ALAGEV, desenvolvido pela GfK, especializada em pesquisa de mercado, em parceria com o consultor Mauricio Emboaba Moreira.

Com objetivo de realizar um diagnóstico econômico-mercadológico das viagens corporativas do mercado brasileiro no período 2016-2017 e realizar previsões de curto prazo para este negócio, o levantamento traz o Indicador de Viagens Corporativas (IVC), que é a soma dos valores das receitas das empresas que compõe as Atividades Características do Turismo – ACTs, ajustadas pelos coeficientes calculados pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA). São 8 atividades: Alojamento; Alimentação; Agências de Viagem; Transporte Aéreo; Transporte Terrestre; Transporte Aquaviário; Aluguel de Transporte; e Cultura e Lazer.

A partir deste ano o IVC passou a contar também com metodologia alinhada às recomendações da World Tourism Organization (UNTWO), agência especializada do setor da Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com o estudo, em 2016, houve queda na participação das receitas do transporte aéreo. Dos 109,5 milhões de passageiros transportados em voos domésticos e internacionais em 2016, cerca de 60% tinham como motivo principal a realização de negócios.

O resultado do IVC (Indicador de Viagens Corporativas) foi divulgado durante a programação da 12ª edição do LACTE (Latin American Corporate Travel & Events Experience), maior encontro da indústria de eventos e viagens corporativas da América Latina.
O evento é organizado pela ALAGEV e aconteceu em São Paulo, entre os dias 22 e 24 de março.

Fonte: Assessoria de Imprensa



Envie por email para um amigo

Leia mais sobre Business

COMENTÁRIOS

Não há comentário postado até o momento

COMENTE

Seu nome:
Seu email:
Deixar seu email visível: 
Cidade/Estado:

Escreva seu comentário


Digite o código abaixo:
33679



Canadá Inesquecível

HOME
QUEM SOMOS
FALE CONOSCO
TV ZILDA BRANDÃO
COLUNA ZILDA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ANTONIO SALANI

Mira & Destino é um site de informações turísticas, gastronômicas, negócios e novidades no mercado voltado para o público de alto luxo. Nossa intenção é trazer sempre o que de melhor acontece no mundo
BUSCA DE NOTÍCIA
RECEBA NOTÍCIAS

Desenvolvimento: Anderson Luiz